A manicure deve indicar esmalte para micose para suas clientes?

A resposta mais óbvia é não, pois o profissional especialista neste tipo de problema, o dermatologista, que deve indicar o tratamento mais adequado.

Mas, e quando a cliente não tem condições de pagar uma consulta com este profissional?

Esta é uma questão delicada que a gente vai abordar neste post.

O que é micose nas unhas?

A micose de unha é uma inflamação causada por fungos e bactérias que atacam as unhas da cliente. Este problema é grave e, se não tratado, pode durar anos.

Em muitos casos de micose nesta área, as unhas ficam totalmente danificadas.

Para piorar a situação, esta é uma condição contagiosa e pode ser transmitida por contato direto ou compartilhamento de objetos de uso pessoal.

Quem pode indicar esmalte para micose nas unhas?

Embora muita gente acabe se lembrando do podólogo nestas horas, na verdade, o profissional especialista mais indicado para ajudar a curar uma micose de unha é o dermatologista.

Mesmo quando o fungo está nas unhas dos pés, o podólogo é especialista em tratar calos, ressecamentos e pele grosseira, assim como desencravar as unhas.

Já a micose de unha, é uma inflamação que diz respeito à área de atuação do dermatologista.

E como para tratar a micose de unha é preciso usar medicamentos que tenham atuação antibiótica, o mais adequado é passar com um profissional.

Afinal, o uso incorreto de antibióticos podem causar o fortalecimento dos fungos, tornando-os mais resistentes às substâncias que são usadas para eliminá-los.

esmalte para micose

Afinal, a manicure deve indicar esmalte para micose?

Existem muitos esmaltes que são usados para o tratamento de micose de unhas.

Porém, é preciso ter bem claro que o esmalte comum não possui ação antifúngica e, por isso, não funciona como remédio para os fungos.

Esmaltes com tolueno e formol em sua composição tendem a dificultar a sobrevivência de fungos e bactérias. Mas, o fungo e a bactéria conseguem sobreviver dentro do vidrinho por algumas horas.

Por isso, o ideal é não compartilhar esmaltes usados por pessoas com fungos nas unhas com outras pessoas. Mas, como atender clientes com fungos nas unhas?

É possível usar batoques e pincéis descartáveis para atender esta cliente.

Tudo bem esmalte para micose que você conhece

Agora, o que a manicure precisa saber é que o profissional mais bem preparado para ajudar uma cliente com micose de unha é o dermatologista.

A manicure até pode indicar algum esmalte para unhas com micose, caso conheça um produto interessante e que já foi útil pessoalmente para ela ou para alguém que ela conhece.

Afinal, existem alguns esmaltes que possuem agentes antifúngicos em sua composição. Estes produtos são específicos para tratar estas infecções.

Mas, é necessário indicar também o profissional especialista

Mas, mesmo assim, cabe à profissional das unhas deixar muito claro para a cliente que ela deve procurar um médico especialista em dermatologia.

A saúde é algo muito importante e deve ser prioridade de todos.

Uma infecção nas unhas causadas por fungos pode debilitar a imunidade e causar vários problemas para a pessoa que convive com o problema.

Se você quer mesmo ajudar, compartilhe com sua cliente informações relevantes para ela. Veja:

E nem sempre o esmalte para micose é a melhor solução

Cada organismo é único e reage de uma forma diferente a uma infecção por fungos.

Por isso, se um determinado esmalte para fungos funcionou para tratar você ou alguém que você conhece, não significa que ele vai funcionar para sua cliente.

Além das diferenças de um organismo para outro, é preciso considerar que existem tipos de fungos e bactérias diferentes.

E cada tipo diferente de infecção deve ser tratada com medicamentos diferentes. Existem medicamentos em forma de comprimidos, líquidos para serem pingados na unha afetada, pomadas, etc.

O profissional mais bem preparado para identificar o melhor tratamento ainda é o dermatologista.

O que fazer quando a cliente não tem dinheiro para pagar uma consulta?

O ideal nestes casos é indicar que ela vá até o posto de saúde para passar com um clínico geral.

O clínico geral possui conhecimento suficiente para iniciar um tratamento de fungos nas unhas.

Mesmo que a consulta não seja marcada imediatamente, é melhor do que tratar de qualquer jeito ou não tratar de jeito nenhum, né?

Estes são ótimos argumentos para usar com sua cliente.

O que fazer com a cliente que frequenta o salão mesmo com micose de unha?

Esta é uma situação bem delicada, com certeza.

Muitas clientes simplesmente ficam empurrando o problema com a barriga. Ou pior: agem como se ele não existisse.

Algumas iniciam o tratamento e não tem paciência de chegar até o final.

Isso não faz delas pessoas ruins, apenas não souberam lidar com o problema.

Puxe conversa sobre o assunto

Nestes casos, procure ir conversando aos poucos, com paciência para não irritar a cliente ou colocá-la na defensiva.

É importante deixar bem claro que você não está julgando ninguém. É normal que ela se sinta julgada e fique com medo de tocar no assunto.

Pergunte e ouça com atenção o que ela diz

Unhas com micose não se curam fácil e rápido. O tratamento demora mesmo.

Por isso, ela provavelmente tem uma história de tentativas de cura sem sucesso. E, para ajudar essa cliente, ouça com atenção o que ela tem para contar.

Compartilhe sua experiência

Depois que ela contar toda a história, conte alguma história que você conhece.

Pode ser a sua ou de alguém próximo. E não esqueça de evitar julgamentos. Apenas compartilhe o que sabe com calma e tranquilidade.

Quando sentir abertura, dê seus conselhos. Mas sempre esteja atenta ao que a cliente demonstra.

É difícil lidar com pessoas, mas às vezes é melhor investir um tempo para se comunicar bem com ela e manter uma boa relação, fidelizando uma cliente, do que afastá-la. Concorda?

Bem, se você quer saber mais sobre micose nas unhas, confira:

Quer acompanhar as dicas da Nati para manicures e nail lovers? Fique atenta ao nosso Instagram, pois sempre postamos as novidades do Blog nos Stories!