A lista de material para manicure é uma forma fácil e eficiente de repor e controlar seu estoque.

Não tem coisa mais desconcertante do que perceber que está faltando uma coisa essencial para o atendimento bem em cima da hora, né?

Isso pode causar atrasos no atendimento, ou pior: pode fazer com que a manicure dê um jeitinho.

Improvisar em situações imprevisíveis, tudo bem. Agora, fazer gambiarra por falta de produto no estoque, é outra coisa.

Além do mais, existem alguns produtos de bio-segurança que não podem faltar de jeito nenhum, pois deixar de usar coloca você e suas clientes em risco.

Por isso, neste post vamos te mostrar uma lista de material para manicure repor o estoque e também vamos dar algumas dicas para você se organizar e não deixar nada faltar no dia-a-dia do trabalho, ok?

Lista de material para manicure

A lista de material deve conter absolutamente tudo que você precisa para que seu atendimento aconteça. Pode ir desde os equipamentos mais duráveis até os materiais descartáveis.

Por isso, vamos separar nossa lista entre materiais duráveis e não duráveis.

Materiais não duráveis

Estes são os materiais que duram menos e, justamente por este motivo, precisam de reposição com mais frequência. Aqui a gente vai colocar os materiais descartáveis e outros produtos de uso constante no salão.

Estes produtos devem ser comprados em uma quantidade boa para durarem pelo menos uma semana, dependendo da frequência com que você compra de seus fornecedores. Mais adiante neste post, veja dicas de como fazer a reposição de materiais no seu estoque de manicure.

E materiais duráveis

Estes são materiais que duram um pouco mais, mas, mesmo assim, precisam de reposição depois de um tempo.

Vão desde os materiais de manicuração, que são menos duráveis, até os mais duráveis de todos, que são estruturais, como móveis, equipamentos de bio-segurança, etc.

Entre eles, estão os instrumentos perfuro-cortantes, que duram muito, mas necessitam de manutenção constante, como esterilização e amolação.

Relação de materiais para a manicure copiar e colar

lista de material para manicure

Faz assim: copia essa lista e cola em um bloco de notas no celular. Ou, se preferir, anote em um caderno. Assim, você sempre vai ter uma lista de guia quando for repor seu estoque.

Descartáveis

  • Lixa de unha;
  • Algodão;
  • Palito de madeira;
  • Lixa de pés;
  • Botinhas e luvas descartáveis para a cliente;
  • Luvas de látex para a manicure;
  • Toalhas descartáveis, se usar;
  • Papel toalha;
  • Touca de TNT para a manicure
  • Copos descartáveis, se usar.

De uso contínuo

  • Amolecedor de cutícula;
  • Álcool 70%;
  • Água destilada e papel grau cirúrgico para autoclave;
  • Detergente enzimático para higienizar os materiais;
  • Papel alumínio para estufa;
  • Removedor de esmaltes;
  • Base para unhas;
  • Extra Brilho;
  • Óleo secante;
  • Esmaltes.

Menos duráveis

  • Palitos, espátulas, desencravadores e alicates de inox;
  • Toalhas de algodão;
  • Suporte de lixa de pés;
  • Hidratantes e esfoliantes;
  • Borrifadores;
  • Máscaras de tecido para a manicure;
  • Jaleco, avental ou outro uniforme da manicure.

Mais duráveis

Dicas para reposição de estoque de manicure

lista de material para manicure

Um bom controle de estoque pode te ajudar em muitas coisas. Primeiro que você evita a falta de materiais e a correria, em cima da hora, para comprar algo que esqueceu de repor.

Segundo que um bom manejo de estoque ajuda a economizar dinheiro.

Evite estocar muitos materiais

Hoje em dia, tanto por questões econômicas quanto por motivos de falta de espaço, ter um estoque grande não é indicado.

Quando você escolhe repôr seus materiais uma vez por mês ou a cada dois meses, escolhe também investir um dinheiro em uma mercadoria que vai ficar parada.

E, é sempre bom lembrar, mercadoria parada = dinheiro parado. E dinheiro parado faz mal para qualquer negócio.

Faça um inventário periódico

Mas, se não posso fazer um estoque gigante, como vou saber se não estou comprando coisas de menos? Bem, você vai precisar fazer uma gestão consciente e eficiente do seu estoque.

Para isso, realize inventários toda semana ou a cada 15 dias.

Durante o inventário, conte quanto tem de cada material e compare com o inventário anterior. Em poucas semana você vai começar a perceber qual quantidade usa durante o período.

Compre apenas o necessário

Assim, pode comprar exatamente o que precisa. E, se surgir um aumento de demanda repentina, você pode se preparar.

Além do mais, faça um planejamento especial para datas com mais demanda, como final de ano, por exemplo.

Avalie a necessidade de reposição de cada tipo de material. Desde os descartáveis até os mais duráveis.

Tenha uma reserva de emergência

Se perceber que precisará trocar um equipamento mais caro, como um móvel ou autoclave, por exemplo, faça um planejamento financeiro.

Como fazer isso?

Sabe aquele dinheiro que ficaria parado em forma de mercadoria no seu estoque? Então, ele pode ir para uma conta poupança.

Desta forma, se acontecer algum imprevisto e você precisar de dinheiro para comprar material extra ou repor um equipamento mais caro, você terá de onde tirar.

Mesmo que seja pouco, apenas dez ou vinte reais, guarde, pois a gente nunca sabe o dia de amanhã, não é?

Organize tudo pela ordem de validade

Toda manicure tem muitos esmaltes. Isso é de praxe. Mas, como organizar esse acervo e aproveitar o máximo cada vidrinho e evitar perdas?

Bem, você pode organizar seus vidrinhos por ordem de data de validade. Desta forma, os vidrinhos que ficam expostos na prateleira e tem mais chances de serem escolhidos pela cliente deve ser os que estão mais próximos da validade.

Assim que um vidrinho mais velho acabar, você pode repor com o mais novo.

Quer ver dicas para ajudar a cliente a escolher o esmalte?

Não guarde esmalte velho

Entre as manicures é muito comum a gente ouvir um papo estranho: “Ah, mas esmalte não tem data de validade, a marca só coloca uma data porque a Vigilância Sanitária exige…”.

Então, deixa eu te contar uma coisa: isso não é verdade.

Como fabricante de esmaltes, a Nati tem obrigação de informar seus clientes, por isso, saiba: mesmo que o esmalte não fique visivelmente estragado como um alimento perecível, por exemplo, ele vai se deteriorando com o tempo.

Os ativos químicos perdem a eficácia; a consistência e a cor podem ficar prejudicadas. Além disso, micro-organismos, como fungos, vírus e bactérias podem se desenvolver no vidrinho de esmalte velho.

Por isso, não guarde esmalte velho e vencido. Em vez de fazer isso, organize seu estoque para evitar este tipo de problema.

Finalmente, quer ver mais dicas sobre materiais e equipamentos para ser manicure? Veja: