A lixa elétrica para unha pode ser uma ferramenta muito útil para a manicure. Quem faz alongamentos artificiais precisa ter uma.

Aliás, até quem faz as unhas em casa pode aprender a usar a lixa elétrica para tirar cutículas e fazer pedicure mais facilmente sem usar alicate.

Neste post preparamos várias dicas para você ficar muito bem informada antes de comprar sua lixa elétrica de unha. E, caso você já tenha comprado uma, vamos te dar dicas preciosas sobre como usá-la para fazer unhas de gel e também cutilagem russa.

Ficou empolgada? Então vamos lá!


Qual a melhor lixa elétrica para unha?
Lixa Elétrica Para Unhas – Multiuso C/ 5 Acessórios
Lixa Elétrica Portátil Bivolt
Lixa elétrica para unha com pedal 20.000 RPM

O que preciso saber antes de escolher a lixa elétrica?
Conheça os diferentes tipos de broca
Brocas Diamantadas

Pode polir as unhas com lixa elétrica?

Do que é feita a broca?

Como limpar a broca: higienização ou esterilização?

Quanto tempo dura uma broca?

Lixa elétrica para unha: Como usar?
Como tirar a cutícula com lixa elétrica para unha passo a passo
Como fazer lixamento técnico para unhas de gel passo a passo
1º Lixar a ponta
2º Lixar as laterais
3º Área da cutícula
4º Laterais superiores
5º Meio da unha
6º Acabamento com micromotor
Teste de nivelamento
Ponta da unha
7º Finalização

Afinal, lixa elétrica de unha vale a pena?


Qual a melhor lixa elétrica para unha?

Essa é uma das perguntas que primeiro vêm na cabeça quando a gente pensa em comprar uma lixa elétrica para unhas.

Porém, a resposta para esta pergunta depende muito. Depende das suas necessidades, de como você pretende usar sua lixa e se você vai usar em unhas naturais ou alongamentos.

Veja alguns pontos que você deve levar em conta antes de comprar:

  • potência do motor, ou seja, rotações por minuto (RPM);
  • fonte de energia, se possui bateria, se vai na tomada ou se é à pilha;
  • brocas disponíveis para o modelo de lixa elétrica;
  • durabilidade e usabilidade, que é se ela estraga rápido e é fácil de usar.

Então, vamos ver cada tipo de lixa elétrica para unhas e, a partir das especificidades de cada modelo, a gente conversa sobre qual é o melhor uso para elas, se é boa para uso profissional ou doméstico, se pode ser usada em alongamentos, etc.

Lixa Elétrica Para Unhas – Multiuso C/ 5 Acessórios

lixa elétrica para unhas multiuso c/5 acessórios

Com certeza esta lixa elétrica é a mais barata que você vai encontrar na internet. Mas calma, antes de comprar, vamos analisar melhor. Desta forma você pode pensar bem e decidir se ela é boa para você ou não.

De acordo com as descrições técnicas disponível na maioria dos sites de venda, esta lixa é sem fio. Mas, então, como ela funciona? Bem, sua forma de alimentação de energia é com 2 Pilhas Aa, na maioria dos casos não inclusas.

Nas lojas não existe nenhuma menção à potência do motor, então, não sabemos com certeza quantas rotações ela faz por minuto. No entanto, é possível perceber que não é muito potente, pois, caso você force um pouco a ponta sobre a pele ou mesmo segure com os dedos, o motor pára.

Outra questão importante sobre esse tipo de lixa são suas brocas. O kit presente na embalagem vem com uma pedra rosa, duas brocas polidoras em forma de cilindro, uma outra broca polidora com ponta redondinha e uma broca de metal em forma de cone.

As brocas polidoras são adequadas para passar sobre as unhas sem agredir. Então quem quer uma lixa elétrica para abrir as fibras da unha de forma gentil antes de um tratamento, as brocas que acompanham esta lixa podem ajudar.

Esta lixa é boa? Para uso doméstico, principalmente para quem só vai cuidar de unhas naturais com menos frequência, é boa. Inclusive, é ótima para pedicure. Porém, para quem quer fazer uso profissional ou lixar alongamentos, ela não é recomendável.

A principal desvantagem deste produto, porém, é a alimentação por pilhas, pois a durabilidade da carga de uma pilha Aa é relativamente baixa.

Lixa Elétrica Portátil Bivolt

lixa elétrica para unha portátil bivoltEsta lixa elétrica é uma das mais baratinhas que a gente encontra no mercado. Ela vem com um kit com 6 brocas, 6 Lixas, 1 ponta p/ lixa e uma fonte bivolt para ligar na tomada.

As brocas são muito úteis e podem ser utilizadas para fazer o detalhe da área das cutículas em alongamentos, nivelamentos das unhas e até cutilagem completa.

As lixas presentes no kit são de granulação muito grossa, por isso são mais indicadas para alongamentos com tips, acrigel, acrílico e gel. Porém, como já explicamos aqui, a abrasividade de numeração abaixo de 180 é muito agressiva, portanto, não deve ser utilizada nas unhas naturais para polir.

No geral, é perfeita para uso doméstico. É mais barata, porém menos durável e com motor mais fraco. Seu motor é acionado por um botão de regulagem da velocidade de rotação, que vai de 3.000 a 20.000 Rpm. Embora seja um motor relativamente forte, não tem muita precisão na regulagem.

É um produto que não tem uma marca muito reconhecida, sua comercialização é principalmente pela internet. Sua fabricação é chinesa e pode ser comprada em sites de varejo aqui no Brasil.

É uma máquina boa? Para uso caseiro sim, pois, além de ser barata, com um uso moderado tende a ter uma durabilidade razoável.

Porém, para uma rotina pesada de uma profissional não é indicada. O principal problema é que o motor desta lixa é acionado por meio de um botão que fica na própria canetinha e você precisa deixar este botão pressionado para trabalhar.

Se você faz uma unha rapidinho, uma vez por semana, ok. Mas, caso você precise fazer uma unha de acrílico e usar a lixa por muito tempo, suas mãos podem ficar doloridas e até gerar uma lesão ao longo do tempo.

Caso decida por comprar essa lixa elétrica ou qualquer outro produto on-line, sempre prefira lojas que há alguma garantia ou pelo menos um suporte em caso de problemas técnicos.

Lixa elétrica para unha com pedal 20.000 RPM

lixa elétrica bivolt com pedalEntre as lixas elétricas mais baratas, esta é a mais adequada para uso profissional, pois algumas delas são acionadas por meio de um pedal ou por um botão que fica na fonte. O pedal é muito útil para profissionais que usam a lixa elétrica por longos períodos, pois causa menos incômodos ao longo do tempo.

A maioria das lixas elétricas para unhas deste tipo vem com uma fonte de alimentação e controle, uma lixadeira com micromotor, um suporte para de lixadeira e um kit de brocas. O manual geralmente vem em inglês e/ou mandarim.

Além da vantagem do pedal, este modelo possui a potência mínima mais elevada: vai de 18.000 a 20.000 RPM. Geralmente tem um botão de velocidade não muito preciso e ainda há modelos que contam com duas opções de rotação: sentido horário e anti-horário.

Para quem vai trabalhar com alongamentos é a mais recomendável. Ótimo custo benefício, com certeza. A única coisa que seria interessante comprar à parte é uma broca polidora adequada para não enfraquecer a unha natural da cliente.

O que preciso saber antes de escolher a lixa elétrica?

Além de saber mais sobre os tipos de produtos no mercado, é preciso conhecer alguns detalhes importantes antes de comprar sua lixa elétrica para unhas.

Saber quais são os tipos de brocas e suas funções pode ser decisivo na escolha do produto. Além disso, ter uma noção da abrasividade das lixas também pode ser útil. E, por fim, é importante saber do que são feitas as brocas e como fazer a higienização correta delas.

Conheça os diferentes tipos de broca

Antes de falarmos dos tipos de broca, aqui vai uma dica especial: na hora de comprar as brocas para sua lixa elétrica, preste muita atenção no diâmetro da ponta que encaixa na lixadeira.

O diâmetro da broca precisa ser compatível com o bocal da lixadeira. Caso contrário não vai servir. A maioria das marcas trabalham com o diâmetro de 2,35mm, mas antes de comprar, é sempre bom conferir se o diâmetro da sua lixa elétrica é compatível com as brocas que você quer comprar, ok?

Brocas Diamantadas

Esse tipo de broca é a mais barata que você encontra no mercado. Se sua lixa elétrica não tem brocas boas, por exemplo, você pode comprar outros modelos a vulso.

As brocas diamantadas se chamam assim por causa do acabamento que levam, pois, segundo os fabricantes, elas são mais duráveis por causa disso.

Além disso, a principal vantagem deste tipo de broca é que elas são esterilizáveis tanto em autoclave quanto em estufa, de acordo com o fabricante.

Confira agora cada tipo de broca neste infográfico maravilhoso que a Nati fez para você:

infográfico para que serve cada tipo de broca lixa elétrica para unha

Pode polir as unhas com lixa elétrica?

Pode, mas a broca deve ser específica para este tipo de acabamento. Não é bom utilizar a lixa 180, por exemplo, pois ela tem a mesma abrasividade da parte branca da lixa de unha comum. E, como o motor potencializa o lixamento, usar a broca de lixa nº 180 pode desgastar muito a unha, afinando sua estrutura e enfraquecendo muito.

Por isso, quando for polir as unhas com a lixa elétrica, prefira brocas de polimento com abrasividade acima de 300, se possível. Do contrário, use a lixa bloco manual mesmo. É menos prático na hora de fazer, mas preserva mais as unhas.

Se você optar por utilizar a broca polidora, use o motor na rotação mínima para não causar ranhuras na unha.

Do que é feita a broca?

A mais comum é feita de aço inoxidável e possui acabamento diamantado nas pontas. Mas, podemos encontrar brocas de tungstênio, de minerais, de cerâmica, de espuma e outros materiais.

As brocas diamantadas são as mais comuns e baratas, porém existem outros modelos que você pode utilizar.

As brocas de tungstênio, por exemplo, são mais resistentes e podem ser usadas na manutenção, para tirar a unha por baixo, tirar a esmaltação em gel e dar acabamento. Só precisa tomar cuidado porque ela esquenta e pode machucar a cliente. São, além disso, as mais caras.

A broca mineral e de cerâmica pode ser usada para polimento. Ela costuma dar um acabamento muito mais bonito, principalmente em cutículas. E, ainda bem, esquenta menos.

Como limpar a broca: higienização ou esterilização?

A broca diamantada pode e deve ser higienizada normalmente com água e sabão. Caso seja usada profissionalmente, também deve ser esterilizada na autoclave. Também é compatível com estufa.

Além disso, você pode utilizar uma broca de limpeza, a escova de aço para retirar todos os resíduos dessa broca diamantada.

Quanto tempo dura uma broca?

Em média 1 ano. Esse tempo pode variar para mais ou para menos. Porque a broca vai desgastar de acordo com a frequência de uso. Quando a broca desgasta, ela deve ser descartada.

Lixa elétrica para unha: Como usar?

Usar a lixa elétrica, principalmente para fins profissionais exige prática.

Aqui podemos dar algumas dicas preciosas que vão te ajudar a ter uma noção do passo a passo.

Mas, antes de atender clientes, você precisa treinar, ok?

Como tirar a cutícula com lixa elétrica para unha passo a passo

Para tirar a cutícula com lixa elétrica você vai precisar de pelo menos uma broca de cerâmica, pois ela dá um acabamento muito mais refinado do que a broca comum, aquela diamantada.

Para começar, use a broca cônica para levantar as cutículas. Nesta fase você precisa descolar a pele da unha e levantar as cutículas. Muito cuidado para não prejudicar a matriz das unhas, pois isso pode causar traumas e fazer com que a unha da cliente cresça ondulada e estriada.

Depois de levantar a cutícula, use a broca boleada para tirar todo o excesso de pele. Neste momento, use a broca mineral ou de cerâmica, se tiver. Não é necessário pressionar a broca em nenhum momento. Apenas encoste o instrumento, com a mão bem leve.

Para finalizar, se quiser, use a broca fina, aquela que possui uma bolinha bem pequena, para fazer a cutícula mais fundinha, caso a cliente goste deste tipo de acabamento.

Agora você já pode prosseguir com a esmaltação.

Como fazer lixamento técnico para unhas de gel passo a passo

Na hora de lixar as unhas com alongamento, cada tipo de lixa possui uma função. Enquanto a lixa manual faz o acabamento geral, o aspecto arredondado, as linhas gerais da unha, a broca do micromotor é responsável pelos detalhes.

Na hora de modelar, se você se acostumar a usar a quantidade correta de gel em cada unha, então, o micromotor será usado só para dar acabamento nos detalhes na área das cutículas e debaixo da unha.

Porém, se você trabalha com excesso de produto é possível usar a broca de cerâmica para agilizar o processo e tirar tudo que tiver a mais.

Lembrando que se você sempre tem excesso de produto, vai gastar mais matéria prima e, portanto, vai ter um custo mais elevado.

Outra coisa importante é que a lixa elétrica é apenas para detalhes. Mesmo porque só o lixamento manual dá um acabamento realmente natural e mais primoroso.

Confira o vídeo completo da Grazielle Matos com a teoria do lixamento técnico:

Para começar, use uma lixa usada para tirar o corte das laterais da lixa banana. Depois, comece a lixar a borda livre.

1º Lixar a ponta

Nesta etapa, o posicionamento da lixa deve ser reta. Tenha firmeza na lixa, sem arredondar ou ir para os cantos. Tire as pontas laterais, sempre mantendo a lixa reta.

Caso a ponta esteja muito evidente, antes de modelar, faça o lixamento de nivelamento por baixo da unha para acertar as duas pontas ao mesmo tempo.

[foto]

2º Lixar as laterais

Em seguida, é o momento de lixar as paredes laterais. Com a lixa sempre o quê? Com a lixa sempre bem reta. Não esqueça.

Evite deitar a lixa pra dentro ou pra fora. E cuidado para não machucar a cliente, principalmente quando a lixa é nova.

3º Área da cutícula

Depois, faça a área da cutícula. Neste momento, não pode usar a lixa deitada se não agride o dedo da cliente. Por isso, o certo é inclinar a lixa a 45º e lixar levemente.

Seu objetivo não é retirar o produto, mas dar um aspecto natural para a unha alongada. Então, vai com calma e delicadeza.

4º Laterais superiores

Após a área da cutícula, é hora de lixar paredes as laterais superiores. Com a lixa deitada, faça movimentos da lateral para o centro, na diagonal. Sempre bem de leve, né?

5º Meio da unha

Depois, é hora de acertar o meio da unha. Para fazer isso, use movimentos leves e rápidos, sempre acompanhando o arredondado da unha.

E então afine a ponta com movimentos leves e rápidos de baixo para cima. Nessa hora é importante nunca lixar para baixo, pois isso pode deixar a unha caída.

Quando terminar, sempre observe a unha pela lateral, depois de frente e, por último, faça algum último ajuste se precisar.

6º Acabamento com micromotor

Para a finalização com micromotor, use a broca Nº 057.

Com o motor ligado, use a broca para retirar o excesso de produto da área e já aproveita para tirar o excesso de cutícula da cliente para não precisar usar o alicate de unha depois. Ou seja, você ganha tempo.

Sempre tome cuidado para não machucar a cutícula da cliente. Procure deixar a unha bem natural e arredondada.

Teste de nivelamento

Um bom acabamento na área da cutícula evita infiltração, por isso, faça um teste de nivelamento: com uma espátula, verifique se a área está toda nivelada, uniforme e sem nada levantando.

Se a espátula deslizar tranquilamente, então o acabamento está ok, mas se ficar travando, significa que existe alguma irregularidade que deve ser nivelada

O acabamento perfeito da área da cutícula é aquele em que não é possível perceber onde termina a unha natural e onde começa o gel.

Ponta da unha

Para fazer o acabamento na ponta da unha para que ela fique curvada e fina, bem natural, é preciso usar uma broca com formato de cilindro. Na hora de fazer o acabamento, não deixe a broca deitada, pois isso pode desestruturar a unha que você já fez.

Então, use a broca inclinada e acerte a espessura e a curvatura da unha. Antes de finalizar, use a lixa manual para fechar a unha na lateral.

7º Finalização

Agora, vá com a lixa fecha poros, ou lixa polidora, e passe levemente por toda a extensão desta unha. A ideia é deixar a unha da cliente bem lisa para receber os produtos finais

Para a finalização, primeiro aplique o primer sem ácido na área das cutículas, inclusive, pode encostar na pele. Seu efeito adesivador vai ajudar na selagem desta região e impedir a infiltração.

Por fim, passe o top coat UV, sem nunca encostar na cutícula da cliente, pois é um produto que agride, machuca a pele. Agora, seque na cabine.

Ainda com dúvidas? Veja o vídeo completo da Grazielle Matos com a parte prática do lixamento técnico:

Afinal, lixa elétrica de unha vale a pena?

Se você possui condições de investir neste tipo de aparelho, vale a pena sim. Com um bom uso, a lixa elétrica pode ser muito prática e ajuda você a economizar tempo.

Mas, antes de comprar pense bem e avalie os prós e contras, tá bom?

Antes de ir, passa lá no Instagram e siga o perfil da Nati. Assim você fica por dentro das novidades!

E para saber mais sobre lixas de unha manuais, confira: