Sem dúvida, a manicuração é uma área de atuação promissora dentro do ramo da beleza. Com muito potencial de crescimento, esse ramo tem rendido muito dinheiro todos os anos. Na verdade, a beleza é uma das áreas de mais cresce no Brasil hoje.

Mas, para atuar como manicure é preciso saber uma série de coisas. São detalhes que frequentemente fazem a diferença.  Aliás, eles abrangem desde as técnicas de cutilagem e esmaltação até estratégias de divulgação de seus serviços e gestão do negócio.

Por isso, a equipe Nati traz para você um guia com um apanhado das principais dicas que as profissionais mais experientes geralmente dão para quem está começando.

O que é manicuração?

A manicuração engloba todas as atividades desempenhadas pela manicure em seu trabalho. Por isso, vai desde as técnicas de cutilagem e esmaltação até as tarefas de gerenciamento do negócio ou carreira.

Para começar, então, vamos falar um pouco da parte técnica da manicuração que está relacionado às unhas. Mais adiante vamos falar também sobre como atrair os primeiros clientes e muito mais!

Manicuração passo a passo

A primeira coisa que você precisa fazer é a preparação. Logo, para esta etapa o ideal é a cliente higienizar as mãos com água e sabão. Depois, tire o esmalte com removedor e algodão e já corte e lixe as unhas, sempre lembrando de polir a superfície das unhas, especialmente em caso de unhas oleosas. Logo após, passe o amolecedor de cutículas, aguarde alguns minutos e inicie a cutilagem.

Depois de tirar as cutículas, é hora de remover o excesso de oleosidade causado pelo amolecedor. Desta forma, use um algodão com álcool 70 ou removedor de esmaltes. Por fim, prossiga com a esmaltação. Caso se interesse, temos um artigo completo sobre o tema:

Como começar a fazer manicuração do zero?

Como já dissemos, a manicuração é  a parte técnica das unhas + a estratégia de negócios. Mesmo quando a profissional domina o básico sobre a técnica de unhas, ainda pode ter dificuldade para começar a trabalhar, afinal, estamos falando de um negócio, que exige conhecimentos da área de administração, marketing e vendas.

Se você quer começar a atuar nesta área, precisa ter alguns detalhes em mente.

Escolha a melhor forma de trabalhar

A primeira coisa é ter consciência de quais são os modelos de negócio disponíveis e escolher qual combina mais com você:

  • atender em casa: esta modalidade exige mais estrutura e conciliação entre o ambiente familiar e o atendimento profissional, você ainda vai precisar comprar todo o material necessário para começar;
  • prestar serviço para um salão: neste caso você vai oferecer seu serviço em um salão de propriedade de outra pessoa, sendo necessário deixar uma parte do seu ganho como repasse ao salão, em contrapartida, na maioria dos casos, o salão dá o material e a estrutura;
  • delivery: este tipo de empreendimento exige que você tenha uma forma de transporte eficiente e que permita levar suas ferramentas de trabalho, além disso, precisará comprar equipamentos próprios para este tipo de atendimento, que você possa levar até a cliente;
  • abrir um estabelecimento próprio: esta é uma boa opção para profissionais mais experientes ou que possuem capital para investir.

Fale com o seu público

Cada forma de trabalhar exige que você se comunique com um público diferente. Quem frequenta salão de bairro é diferente de quem prefere manicure delivery, certo? Então, dependendo do modelo de negócio, pense em como chegar até as suas clientes em potencial.

Quais materiais precisa comprar para começar a manicuração?

Para começar, você vai precisar de dois tipos de materiais:

  1. Equipamentos duráveis: são ferramentas que duram mais tempo, como toalhas, alicate, espátula, borrifador, autoclave, cadeira e mesa, etc;
  2. Equipamentos não duráveis: são os que você precisa repor com mais frequência, como algodão, palito, esmaltes, removedor, amolecedor de cutículas, etc.

Saiba mais:

Além disso é importante ter alguns contatos, como o de um bom afiador de alicates, pois você vai precisar manter a afiação do seu. E não esqueça de dar atenção às regras de biosegurança!

Quais esmaltes comprar primeiro?

Confira a lista básica de esmaltes que você precisa comprar para começar a manicuração:

  • Brancos: Paz cremoso, Gelo transparente, Polo cintilante e Chuva de Arroz perolado;
  • Vermelhos: Pirulito, Gabriela, Maravitop;
  • Nudes: Enredo cremoso, Madalena, Maria Maria e Invista;
  • Marrons: Café cremoso, Poderosa cremoso e Carinhoso cremoso;
  • Preto Noite cremoso;
  • Rosas: Toda Boba cremoso, Turmalina Rosa cintilante, Ferradura e Abuse Cremoso;
  • Metálicos: Olho Turco azul e Paraquedas metálico;
  • Glitter: Incolor Rosa, Iluminada e Cara de Rica;
  • Base Seda;
  • Extra Brilho;
  • Intensificador de Vermelho;
  • Cobertura Fosca;
  • Ultra Secante.

Conheça as unhas mais pedidas pelas clientes

  1. Esmaltação tradicional: esse é ainda é o campeão de saídas e as cores mais pedidas são tons de vermelho e nude;
  2. Francesinha: definitivamente, o queridinho dos salões no Brasil inteiro;
  3. Filha única: fácil de fazer, esse também é muito pedido, a unha diferente pode vir com decoração ou com efeito glitter;
  4. Irmãs Gêmeas: variação da filha única, esta é uma unha mais elaborada que exige uma boa combinação de cores e decorações;
  5. Unhas decoradas: seja com carga dupla, adesivos ou pedras, as unhas decoradas são amadas por muitas clientes.

Para saber mais, confira estes artigos completos:

Alongamentos: uma tendência que cresce

Unhas de gel, acrigel, fibra de vidro, porcelana, unhas postiças. Essas técnicas de alongamento tem crescido muito nos últimos tempos e toda a profissional que deseja fazer manicuração precisa saber pelo menos o que é tudo isso.

Para fazer os alongamentos é preciso ter conhecimentos técnicos avançados, são vários passos com detalhes para aprender. Também é preciso investir em material de trabalho e matéria prima específicos.

Em contrapartida, as unhas alongadas com estas técnicas possuem maior durabilidade e o preço também é maior. É importante conhecer bem qual é a necessidade das clientes que você deseja atender. Elas são as que fazem este tipo de alongamento? Se sim, é melhor investir em capacitação para poder oferecer este tipo de serviço.

Saiba mais:

Manicuração: Como aumentar a produtividade?

Para diminuir o tempo que você gasta com cada cliente, procure agilizar todos os processos. Facilite a escolha da cor pela cliente, deixe tudo que você vai usar para fazer as unhas próximo a você, evite de conversar muito, falando apenas o necessário, mas sendo simpática mesmo assim.

É normal demorar mais no início e toda manicure melhora com o tempo. Vale a pena encontrar soluções para economizar tempo, mas sempre tenha em mente que é preciso aumentar a quantidade sem prejudicar a qualidade.

Quando vai começar a fazer a unha, por exemplo, tire o esmalte de um dedo, já corta, lixa e coloca o amolecedor de cutícula. Se você fizer tudo de uma vez vai economizar mais tempo. Principalmente quando estamos falando dos pés.

Veja mais dicas:

Como atrair as primeiras clientes?

O boca a boca é a forma mais antiga de propaganda e a que melhor funciona. Então, quando começar a trabalhar com manicuração, avise as pessoas mais próximas, pois são elas que vão te apoiar. Envie mensagens ou converse pessoalmente com amigos e familiares oferecendo seu serviço.

Sempre que fizer unhas, nem que seja a sua própria, faça uma postagem nas redes sociais. Publique fotos e stories no Facebook, Instagram e WhatsApp.

Dependendo do seu modelo de negócio, faça a divulgação em grupos de vendas da sua região. E quando puder, mande fazer um um cartão de visita com seu contato.

Compensa fazer curso?

Qualquer curso de manicure que tenha qualidade vai te dar a base das principais técnicas. Mas, para ir bem na manicuração também é preciso saber estratégias de gestão de negócios.

Inclusive, nós temos um curso online que não é nada caro! Nele você aprender a ser manicure e empresária:

E aí, as dicas foram úteis? Não esqueça de seguir a Nati no Instagram, e quando fizer lindas unhas de suas clientes, marque a gente!