Afinal, manicure pode atender a domicílio na quarentena?

Estamos vivendo uma pandemia e o distanciamento social é uma das principais estratégias para conter o contágio pelo Covid-19.

Mas, muitas manicures precisam trabalhar durante esta crise para pelo menos se manter.

Diante desta situação, uma das alternativas que a profissional das unhas tem é vender pacotes de manicure antecipados para ter uma grana e ficar em casa, como a gente já ensinou aqui.

A outra opção é fazer serviço de manicure delivery.

Se você está pensando em fazer atendimento de manicure a domicílio, precisa saber tudo sobre os riscos, quais cuidados tomar e também quanto cobrar.

A decisão final é sua, ok? Mas, caso queira tentar outras opções, veja também:

Manicure pode atender a domicílio na quarentena?

Antes de responder se manicure pode atender a domicílio na quarentena, precismos deixar muito claro que não existe um decreto nacional que impeça as pessoas de trabalhar neste momento.

Porém, cada Estado e Município possui autonomia para determinar se os serviços e comércios devem fechar para evitar a propagação do vírus.

Atualmente, 23 Estados decretaram quarentena, medida que pode ser seguida ou não pelos municípios.

Mas, independente das ações governamentais, devemos, antes de mais nada, saber se você está no grupo de risco do novo Coronavírus.

Aliás, você sabe quem faz parte deste grupo mais vulnerável?

Grupo de Risco

O grupo de risco é composto por pessoas que apresentam quadros de saúde que diminuem as chances do corpo combater a infecção pelo Covid-19.

Esta população deve ficar mais atenta aos cuidados para evitar a contaminação.

Vamos ver então quem são as pessoas no grupo de risco:

  • Pessoas com doenças crônicas como diabetes, hipertensão e outros problemas cardiovasculares;
  • Quem tem problemas respiratórios como asma, bronquite, etc;
  • Indivíduos com condições de saúde que prejudicam o sistema imunológico, como lúpus, câncer, etc;
  • Pessoas com problemas renais, pois estas condições prejudicam a resposta do sistema imunológico;
  • Gestantes e mulheres no pós parto;
  • Recém-nascidos e idosos, ou seja, pessoas com mais de 60 anos.

A lista do grupo de risco é importante para que pessoas que sabem que estão neste grupo possam priorizar o distanciamento social.

Acontece que, infelizmente, muita gente não sabe que está no grupo de risco porque simplesmente não sabe que possui diabetes ou pressão alta, por exemplo.

Isso complica um pouco as coisas, mas, se você sabe que está no grupo de risco, talvez seja melhor escolher uma outra forma de se manter neste momento.

Quarentena, distanciamento e isolamento social

Outra questão importante para pensar são as regras do isolamento social.

Pouca gente sabe, mas existe uma diferença entre quarentena, isolamento e distanciamento social.

Distanciamento social

O distanciamento social deve ser praticado por todos para evitar o contágio, e inclui medidas como:

  • evitar apertos de mão;
  • evitar aglomerações;
  • fica a pelo menos 2 metros de distância de outras pessoas;
  • se estiver doente, permanecer em casa.

Isolamento social

O isolamento social é aplicado a pessoas que foram diagnosticadas com Covid-19.

Esta medida é muito mais eficaz em países que disponibilizam testes em massa para sua população. Medida que, infelizmente, não é realidade no Brasil ainda.

Por isso, no Brasil, esta condição de isolamento acaba se tornando igual para quem possui suspeita de Coronavírus.

Mas, além disso, as pessoas em isolamento social devem ficar em um único cômodo da casa e seguir todos os protocolos de distanciamento social, inclusive usar máscara e evitar ao máximo manter contato com outras pessoas da família.

Quarentena

A quarentena é uma medida de isolamento social aplicado a uma comunidade ou grupo grande de pessoas com o objetivo de impedir o contágio em massa.

Esta medida possui como principal objetivo evitar a sobrecarga dos hospitais, que pode causar o colapso do sistema de saúde, impedindo que não epenas pessoas com Covid-19 fiquem sem atendimento, mas também outras pessoas que necessitem de atendimento nas UTIs.

Atendimento de manicure pode ajudar a propagação do vírus?

manicure pode atender a domicilio durante a quarentena

Se você é manicure e está no grupo de risco, é mais prudente ficar em casa e encontrar outras alternativas de renda neste momento.

Além disso, o atendimento de manicure vai te deixar a menos de 2 metros de distância de sua cliente.

Mesmo que você não esteja no grupo de risco, estará exposta ao contágio. Assim como sua cliente.

Agora, se tanto a cliente quanto você estiverem mantendo uma rotina de distanciamento social, é possível fazer o atendimento.

Neste caso, a recomendação que fazemos é que você tome todos os cuidados de bio-segurança. Mais adiante neste artigo a gente vai dar algumas dicas do que você pode fazer, ok?

Se você possui um salão e suas clientes que estão em distanciamento social querem marcar um horário, é o caso de considerar o atendimento de uma cliente de cada vez, para evitar aglomerações.

Aqui nós damos mais dicas de como orientar suas clientes.

Os protocolos de bio-segurança da manicure evitam o contágio?

Toda manicure profissional sabe que existem muitos cuidados que deve tomar para evitar contágio de doenças no salão.

Entre as principais atitudes está o uso de máscaras, luvas, higienização com álcool 70, uso de aventais e sapato fechado, etc.

Mesmo assim, é preciso tomar alguns cuidados especiais.

Máscara

A máscara descartável de uso comum nos salões de beleza não são eficientes para barrar a passagem do vírus, pois a trama do tecido é muito fina e larga. Desta forma, o uso de máscaras comuns não adianta nada.

O mais indicado para prevenir o contágio é o uso de máscaras caseiras ou de confecções feitas com pelo menos duas camadas de tecido e um elástico firme.

A máscara deve cobrir o nariz, boca e queixo, sem deixar frestas para entrada de ar. 

Este tipo de máscara pode ser lavada e reutilizada.

As máscaras do tipo hospitalar devem ser utilizadas apenas por profissionais da saúde, pois estas pessoas estão expostas a grandes quantidades de pessoas contaminadas todos os dias e, por isso, devem ter acesso a este tipo de equipamento.

Luvas

manicure pode atender a domicilio durante a quarentena

As luvas são um acessório importante para a proteção.

Mesmo assim, é essencial tomar alguns cuidados durante seu uso. Por exemplo, evite tocar qualquer parte de seu rosto enquanto estiver com as luvas.

Mesmo com o uso de luvas, é necessário lavar as mãos com água e sabão ao final de cada atendimento.

Uniforme

Tenha um uniforme para usar por dia.

É essencial não entrar em contato direto com ninguém quando chegar em casa. Além disso, deixe seus sapatos do lado de fora da casa.

Por isso, ao chegar em casa após o atendimento, retire a roupa, armazene em um saco plástico e tome um banho.

Em seguida, leve as roupas para a máquina de lavar. Após manipular estas roupas usadas no dia lave as mãos com água e sabão.

Álcool 70

O álcool 70, principalmente o em gel, será o seu maior aliado nos atendimentos a domicílio, amore.

Ele garante a assepsia das mãos e pés da cliente antes e durante o trabalho. Da mesma forma, ajuda você a garantir a higienização das suas mãos durante o dia.

Por isso, compre o máximo que puder destes materiais para ficar abastecida por um bom tempo. Muitas perfumarias estão atuando com delivery ou vendas on-line.

Caso não exista alternativa, é melhor abastecer os estoques para trabalhar com mais segurança.

Quanto a manicure pode cobrar para atender a domicílio neste momento?

Se você vai atender a domicílio neste momento, saiba que não vale a pena cobrar barato.

Ao decidir se deslocar até a casa da cliente, você está em risco de contaminação. E isso não tem um preço. Tem?

O ideal é somar ao custo das unhas o valor que você vai gastar no transporte. Além disso, cobre uma taxa de risco. Sim, você está em risco e precisa cobrar por isso.

Quem trabalha em funções que apresentam risco para a saúde recebem por insalubridade. Você pode cobrar sua taxa de insalubridade.

Neste post aqui você encontra muitas dicas de precificação para te ajudar a determinar um preço:

Mas, além disso, tem outra reflexão que podemos fazer juntas, amore.

Vale a pena a manicure fazer atendimento a domicílio na quarentena?

Com certeza, se você está cogitando a possibilidade de sair de casa para atende clientes é porque está precisando de dinheiro.

A pandemia está impactando a vida de milhões de pessoas no mundo e você não está sozinha, amore.

Mas, vem cá, será que vale a pena arriscar sua vida e de sua família? Será que você não pode encontrar outras alternativas?

Talvez a grande questão não seja se manicure pode atender a domicílio durante a quarentena, mas se vale a pena fazer isso.

Não estou te julgando, só quero que você tome uma decisão com consciência neste momento, ok?

Até porque o Brasil é muito grande e a situação de uma manicure que mora no interior de Minas Gerais é diferente de uma que vive na grande São Paulo, lugar onde a doença está se espalhando mais rápido.

De qualquer forma, antes de sair de casa, dá uma olhada nas dicas que a gente preparou para você enfrentar a crise em casa:

Em breve lançaremos a campanha #AjudeSuaManicure, então, fique atenta ao nosso perfil no Instagram!