Entenda, de uma vez por todas, a diferença entre esmaltes hipoalergênicos. 3 free, 5 free e 7 free, o que significa isso, afinal?

Antes de tudo, deixa eu te perguntar: Você se considera observadora? Costuma pesquisar sobre os produtos antes de comprá-los?

Talvez você não saiba, mas, os esmaltes, assim como os alimentos industrializados, têm em suas fórmulas diferentes componentes e, como você já deve imaginar, alguns deles podem te causar problemas.

Foi pensando nisso que algumas marcas começaram a reformular seus produtos, visando eliminar alguns desses componentes.

 

A partir disso surgiram algumas nomenclaturas para as linhas que respeitam sua saúde. Porém, cada linha traz as indicações nos rótulos de seus produtos. Por isso, é sempre bom dar uma olhada na composição.

Atualmente, podemos encontrar esmaltes com indicações “3 free”, “5 free”, “7 free” e hipoalergênicos, sendo a última nomenclatura a única aprovada pela ANVISA.

Ok, mas então, quais são essas substâncias?

Saiba a diferença entre esmaltes 3, 5 e 7 free

Os esmaltes que trazem rótulos com as nomenclaturas “free” são produtos de linhas que dizem ser livres de algumas substâncias nocivas a saúde. De acordo com isso, os números que acompanham o “free” irão indicar quais são elas.

Esmaltes com a indicação 3 free, por exemplo, estão livres dos três elementos mais prejudiciais:

  1. tolueno;
  2. formaldeído;
  3. e dioctilflalato.

Estes três componentes são, infelizmente, ainda muito comuns em esmaltes. E a indústria não os escolheu à toa. São usados porque exercerem funções importantes para a esmaltação, como manter o brilho, garantir a consistência e aumentar a fixação. O grande problema, porém, é que essas substâncias estão diretamente ligadas às alergias.

Igualmente, produtos 5 free, além de estar livre dessas três substâncias citadas anteriormente, não contêm em sua fórmula a resina e a cânfora. E, para ficar ainda mais saudável, há os esmaltes 7 free, que estão livres de conservantes e petrolatos.

E os esmaltes hipoalegênicos?

diferenças entre esmaltes 3 free

Segundo a Anvisa – Agência Nacional de Vigilância Sanitária – deve-se adotar critérios técnicos para a avaliação do uso do termo “hipoalergênico”. De acordo com isso, os produtos devem ser aprovados pelo órgão regulamentador para poder receber esta nomenclatura.

Fique de olho, pois você pode estar levando produtos sem garantia de qualidade pra casa.

Alergias

As alergias podem se manifestar de diversas formas. Podem aparecer sintomas nas unhas, como espessura mais fina e frágil, ou até no rosto, com pálpebras avermelhadas. Mesmo que o produto seja livre das substâncias que mais causam alergia, pode ocorrer uma reação rara.

Se você é manicure e uma de suas clientes teve uma reação alérgica, indique que ela procure ajuda profissional. Atualmente existem exames para detectar qual a substância que causou problemas.

Se você é alérgica e faz unhas com uma profissional, faça uma lista dos esmaltes que você pode usar e envie para ela. Se puder e quiser, compre as cores e leve no dia que for fazer a unha.

Desta maneira ninguém sai prejudicado!

Gostou do conteúdo? Compartilhe em suas redes sociais. Quando fizer as unhas com os esmaltes Nati, publique e marque a gente no Instagram. Vamos adorar ver!

Agora, se você é manicure de primeira viagem e quer saber mais sobre o atendimento às clientes, que tal conhecer nosso curso de manicure online?